Nelson Nahim faz avaliação de sua gestão no Balanço Geral


Hoje (17/09) tivemos no programa Balanço Geral a participação do Prefeito de Campos dos Goytacazes, Nelson Nahim. Na ocasião o prefeito apresentou um balanço dos 77 dias à frente da administração do município.

Nahim falou da ampliação do Programa Emergência em Casa, destacou a importância das parcerias e ressaltou a prioridade de medidas nas áreas da Saúde e da Educação. “Eu implementei um jeito próprio”.

Nelson disse: “A prefeita Rosinha Garotinho fez muita coisa boa na sua gestão à frente da prefeitura. Mas havia muita coisa a fazer e não interrompi muitas das ações que vinham sendo realizadas, dando uma característica própria. Também comecei a focar duas áreas que, como vereador, sabia que precisavam melhorar: a Educação e a Saúde” explicou o prefeito.

Na Educação, Nahim destacou a determinação dada à secretária Joilza Rangel, para que todas as escolas tenham biblioteca e uma quadra poliesportiva.O prefeito, ainda, destacou os investimentos na Saúde e a adoção de medidas duras para que melhorias possam ser oferecidas aos profissionais e aos pacientes.

- Tenho estado dentro das unidades, cobrando aos gestores hospitalares bom atendimento e cobrando da rede conveniada, inclusive, com apoio do Ministério Público, para que cumpram com suas obrigações no que diz respeito a leitos hospitalares. Há uma contratualização do município e é vergonhoso fila de pessoas sem atendimento nos corredores quando temos uma rede enorme e parcerias”, salientou.

HGG - Segundo o prefeito, o Hospital Geral de Guarus (HGG) passa por reestruturação, já que, apesar de concebido para atendimento ambulatorial, o hospital tornou-se uma unidade de emergência. De acordo com o prefeito, para a parte física, já foram providenciadas melhorias, mas ainda existem pendências no que diz respeito ao funcionamento, incluindo, a valorização dos profissionais. “Estou encaminhando para a Câmara na próxima semana um projeto de lei para que todos os profissionais do HGG tenham a mesma gratificação dos que estão trabalhando no Ferreira Machado e que essa gratificação seja estendida a todas as unidades de atendimento de 12 e 24 horas. Essa desigualdade de tratamento estava causando problema”.

Outro desafio na Saúde, segundo Nahim, o Programa Saúde da Família (PSF) depende da resolução de questões jurídicas, já sob responsabilidade de Procuradoria Geral do Município, e de orçamento para homologação de concurso público. De acordo com o prefeito, o programa poderá ser implementado.


SITE/PMCG

Um comentário:

  1. Tadeu pede a Nelson Nain resolver o ploblema da firma dinamica vigilâcia pratrimonial o pagamento esta saindo atrazado e não temos salubridade.

    ResponderExcluir