Deu no Balanço Geral de 13/02/09

* Caos na Região dos Lagos e na Baixada Litorânea. A tempestade que atingiu vários municípios nesta madrugada, deixou ruas alagadas. várias casas foram atingidas pela água. Em Casimiro de Abreu, 90% da cidade ficou de baixo d´água. Uma criança de nove anos está desaparecida e a uma ponte que passa pela BR 101 está interditada. De acordo com o Corpo de Bombeiros, pai e filho, que ainda não tiveram os nomes divulgados, passavam por uma ponte que liga Casimiro a Nova Friburgo. O veículo ficou atolado no momento da enxurrada. O pai conseguiu sair do carro, mas o menino ficou preso e foi carregado pela força da água. A BR 101 também está interditada na altura de Casimiro de Abreu, porque parte da estrada na cabeceira da ponte cedeu, abrindo uma cratera de 4 metros de extensÃo. A empresa que administra a Rodovia disse que não tem previsão de liberação da estrada e que obras só devem começar quando parar de chover. Os motorisas devem ficar atentos para alternativas.Quem segue sentido Rio de Janeiro deve acessar a RJ 168 na saída do quilômetro 170, em Rio das Ostras, ou a RJ 162 no quilometro 190, em Rio Dourado. E quem vai para o Norte do estado a alternativa é a RJ 140, no quilometro 235 ou a via Lagos.


* Bairros debaixo d'água, estradas congestionadas. A chuva que atingiu o interior do estado nessa madrugada causou transtornos na região dos Lagos. Foi decretado estado de emergência em Búzios. Em Cabo Frio, a prefeitura informou que as equipes estão escoando a água do bairro Cajueiros. Assim que o trabalho terminar na localidade, as equipes seguem para os bairros que ficam às margens da estrada do Guriri, como Bosque do Peró. De acordo com o secretário de obras do município, Carlos Santana, não há previsÃo de obras nessas localidades. Existem projetos, mas ainda sem aprovação para serem executados. Já em São Pedro da Aldeia, a defesa civil municipal recebeu 25 chamados. A maioria para alagamentos e queda de muro. Não há registro de desalojados ou desabrigados.


* Em Rio das Ostras, a situação foi mais complicada em quatro bairros. Sete pessoas ficaram desalojadas e foram levadas para casa de parentes por funcionários da defesa civil. Não há desabrigados. Em Macaé, a situação também está caótica. Há vários bairros alagados e famílias desalojadas. Por conta das chuvas, a prefeitura de Macaé adiou eventos previstos para todo o fim de semana.


* O serviço de inspeção estadual da secretaria de agricultura, pecuária, pesca e abastecimento interditou a Fazenda Toiama, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense. No local funcionava um abatedouro clandestino de bovinos, cuja carne era comercializada em açougues do município vizinho, São José de Ubá. A operação flagrou o abate após receber denúncia de que essa prática ilegal era realizada na fazenda. Diariamente eram abatidos cerca de 30 animais. A carne apreendida foi inutilizada e o proprietário será indiciado pelo Ministério Público. Na avaliação do chefe do serviço de inspeção estadual, Plínio Leite Neto, o resultado dessa ação é consquência da parceria realizada entre a Secretaria Estadual de Agricultura, Ministério Público e prefeituras, para exterminar a prática do abate clandestino no território fluminense.


* Vigilantes de agências bancárias de Campos anunciaram uma paralisação hoje pela manhã. A greve é por 24 horas. A categoria exige 15 por cento de reajuste salarial, mas as empresas oferecem apenas 5 por cento.


* Mais um homicídio na Região. Marcos Francisco do EspÍrito Santo Nogueira, de 24 anos, foi morto ontem à noite na Avenida Liberdade, na praia de GrussaÍ, em São João da Barra. Segundo a polícia militar, dois homens, ainda não identificados, chegaram em uma moto e atiraram contra Marcos. O crime está sendo investigado pela delegacia do município.


* Guias começaram esta semana a levar visitantes ao Parque dos PassÁros, em Rio das Ostras, na Baixada LitorÂnea. No local, 52 espécies de aves podem ser vistas.

2 comentários:

  1. Amigo Tadeu! Parabens pelo Blog, quero manifestar aqui minha indignação por conta do abandono, basta uma chuvinha e pronto alaga tudo.

    ResponderExcluir
  2. Olá Tadeu!
    Parabéns pelo blog e pelas informações atualizadas que vem postando. Sou morador de Rio das Ostras há 17 anos e tenho casa aqui há 29. Este ano devido a descontrole de gastos do poder público e falta de previsão orçamentária que não previu a diminuição dos Royalties, estamos sofrendo falta de abastecimento de água há um mês, com o policiamento deficitário facilitando assaltos a mão armada no comércio a todo o momento, mesmo a luz do dia, desabastecimento de remédios na farmácia e material hospitalar e prorrogação para o início das aulas escolares para depois do carnaval, e em alguns casos, para abril. Minha mulher foi marcada desde o mês passado para uma consulta urgente na especialidade de neurologia para somente meados de abril. Um absurdo!

    ResponderExcluir